caderno de planejamento

O momento atual da pandemia do COVID-19, em que o mundo se encontra, mostrou aos empreendedores e às pessoas a importância de um bom planejamento financeiro empresarial para enfrentar momentos como esse que estamos vivenciando.

Na ótica empresarial, quando uma empresa possui um bom planejamento financeiro, é possível que ela enfrente crises e, ainda assim, saia mais fortalecida. Pois quando esse momento chega, é perceptível a quantidade de negócios que não apresentam um bom planejamento e não possuem uma reserva de emergência.

Com a pandemia do COVID-19, a crise trouxe inúmeras implicações para os empresários que não possuíam um bom planejamento. Entre eles, temos a redução no movimento de clientes – e, consequentemente, a queda no faturamento –, a impossibilidade do comparecimento de funcionários em seus postos de trabalho e a redução da produção.

Além disso, ocorre também algumas falhas de gestão desses empresários. São exemplos, a confusão entre o patrimônio individual e empresarial, falta de planejamento financeiro e contração de dívidas sem a previsão de receitas.

Presença de crises nas empresas

Uma pesquisa da PWC realizada em 2019 com 2084 altos executivos de organizações de todos os tamanhos, em 25 setores de 43 países, mostrou que mais da metade dos entrevistados (1430 empresas) sofreram pelo menos 1 crise nos últimos 5 anos.

Por isso, o planejamento financeiro precisa ser visto como uma obrigação do empresário. E agora mais do que nunca. Pois quem possuía um controle financeiro provavelmente está conseguindo se sair melhor nesse momento complicado. Já quem não tinha, na verdade não precisa nem de uma crise para que seu negócio chegue à falência.

A importância de um planejamento financeiro empresarial

O que é um planejamento financeiro empresarial e qual a sua importância?

É uma ferramenta que permite organizar a situação financeira da sua empresa. Através dela é possível saber exatamente as despesas e receitas atuais da empresa e ter uma previsão para o futuro. Através disso, é possível tomar decisões estratégicas no seu negócio. É necessário que todos os negócios possuam esse planejamento. Independentemente do tamanho, o importante é que ele seja realista.

Esse processo é bem parecido com o de finanças pessoais. A intenção de realizá-lo na empresa é de trazer melhorias nos resultados, como revisar os custos e identificar oportunidades de otimizar as atividades. O intuito principal é de que a organização seja bem feita para que não falte dinheiro no fim do mês e que a empresa tenha lucro.

É importante ter um bom conhecimento no fluxo de caixa para que sejam tomadas decisões inteligentes, como saber que o não pagamento de serviços essenciais irá paralisar a produção. Além disso, quando você tem noção dos gastos, é possível diminuí-los mais facilmente em momentos de crise, em comparação com outros estabelecimentos que não sabem.

Um exemplo pode ser quando se nota a presença de gastos não necessários e que, na verdade, não fariam diferença nenhuma na empresa se fossem excluídos. A partir de uma boa organização das finanças empresariais, é possível perceber pontos de melhoria tanto para diminuir possíveis gastos quanto para aumentar.

o momento ideal de criar um planejamento financeiro empresarial para sua empresa é agora

Qual é o momento ideal para isso?

O que frequentemente acontece é que muitos pequenos e microempreendedores já começam sem ter o foco no planejamento. Dessa forma, eles vão sobrevivendo sem conseguir trazer uma simples reserva de emergência que deveria conseguir sustentá-los por pelo menos alguns meses caso algum momento ruim chegue.

O momento ideal para fazer um planejamento financeiro empresarial é no momento da abertura do negócio para que ele tenha desde o começo uma boa saúde financeira. Se porventura essa etapa foi pulada, não se preocupe, pois ainda há tempo. Nunca é tarde demais para cuidar e garantir a saúde financeira da empresa, saiba que ainda há tempo de planejar e se preparar para os próximos meses que virão a seguir.

Para isso, é preciso que você monte seu planejamento agora tendo noção das receitas e despesas futuras. Ajuste as despesas, cortando gastos que não são essenciais, e, por último, busque novas maneiras de fazer dinheiro.

Comece também estruturando a parte financeira da empresa, como: levantar a sua situação atual, separar o patrimônio individual do empresarial, ter ferramentas de controle financeiro atualizadas sempre, além de seguir o planejamento estratégico da empresa e revisá-lo de tempos em tempos.

Agora que você já sabe a importância de um planejamento financeiro, aprenda como fazer um planejamento eficiente clicando aqui.

Texto elaborado por Thais Gonçalves e Carolina Paz.

Posts relacionados