Redução de gastos para conseguir aumentar os lucros da sua empresa, com certeza, é algo que você sempre quis! Mas você sabe como fazer isso corretamente, sem prejudicá-la?

Para isso, mostraremos um método capaz de fazer com que você possa tomar decisões mais seguras:

PASSO 1: Analisar

 

Comece analisando os gastos da sua empresa. É necessário conhecê-los e compreendê-los para não cortar os que são essenciais, pois isso pode afetar a produtividade e a qualidade do produto. Podem ser realizados dois tipos de análise: a interna e a externa.

 

 

ANÁLISE INTERNA:

A análise interna é o estudo das informações relevantes encontradas em documentos e ferramentas da empresa, como balanço patrimonial, estoque, fluxo de caixa, DREs, folha de pagamentos, contas a pagar e contas a receber. Para entender melhor e ter controle dessas análises, é indicado utilizar uma planilha e comparar a representatividade para identificar quais são os maiores gastos para agir sobre eles.

ANÁLISE EXTERNA:

A análise externa é baseada na referência de outras empresas concorrentes ou parecidas. Para coletar as informações dessas empresas pode-se utilizar o cliente oculto, o benchmark entre outros.

 

PASSO 2: Elaborar Planos de Ação

 

Os Planos de Ação devem ser implantados sobre os maiores gastos identificados pela empresa, pois agindo sobre eles, é possível que se diminua a sua participação nos resultados. Vale ressaltar que é preciso analisar quais gastos podem ser cortados, já que alguns impactam sobre a produtividade e qualidade do produto.

 

ALGUNS PLANOS DE AÇÃO:

– Fazer um novo planejamento tributário, para escolher o regime apropriado e não pagar impostos inadequados;

– Pagar corretamente os impostos e se atentar aos prazos, para não receber multas. Caso já esteja com impostos atrasados e tenha multas acumuladas, seria interessante fazer uma negociação com o banco;

– Pesquisar novos fornecedores pode ser uma ótima opção, pois podem oferecer produtos da mesma qualidade, ou até melhor, por um preço menor;

– Digitalizar documentos e evitar gastos com fotocópias e impressão. Pode parecer insignificante, mas dependendo da quantidade esse gasto pode ser exagerado. Além disso, quando os documentos estão dispostos em um servidor, economiza-se tempo por ser de fácil acesso;

– Fazer novos planos de telefone e internet ou negociações pode ser um benefício para quem precisa diminuir gastos nessa área;

– Planeje melhor a reposição do seu estoque para evitar compras de emergência a preços mais caros em menor quantidade;

– Reduzir gasto de energia evitando que os aparelhos utilizem a função de stand by, tirando-os da tomada durante a noite

– Repensar as atividades que podem ser terceirizadas, para reduzir os custos no final do mês.

Lembre-se que os Planos de Ação dependem de cada empresa, por isso tome cuidado para não aplicar algo que seja prejudicial para a sua organização!

PASSO 3: Estabeleça e acompanhe suas metas

 

Depois de elaborar os Planos de Ação é indispensável estabelecer metas, que representa aonde você quer chegar ou estar em determinado tempo. Ao elaborar metas, você terá maior controle sobre quais ações se devem tomar para alcançá-las, para que não se percam no caminho ou deixem de ser prioridade. Além disso, ter metas estabelecidas possibilita a premiação de acordo com os resultados.

 

Para estabelecer metas pode-se utilizar o método SMART, que estabelece cinco características essenciais que sua meta deve ter:

 


Vamos usar como exemplo a meta– redução de gastos. De acordo com o método SMART, ela poderia ser definida da seguinte forma: Reduzir os gastos variáveis em 30% até novembro de 2018. Logo, sua meta será específica, mensurável e definida em um horizonte temporal, além de ser alcançável de acordo com a capacidade da sua empresa e relevante conforme as suas necessidades. Sendo assim, é mais fácil gerenciar como seu negócio está caminhando para alcançá-la e é possível criar planos de ação, caso os resultados não estejam satisfatórios.

Levando isso em consideração, é importante que você conheça a saúde financeira da sua empresa e identifique se sua necessidade é a redução de gastos ou se seu problema está em outro lugar. Assim, será possível criar estratégias que solucionem os seus problemas.

Entenda melhor sobre o financeiro da sua empresa!  Saiba mais em nosso e-book: Análise financeira – Saiba onde e como a sua empresa está, ou fale com um de nossos consultores!

Posts relacionados